Skip directly to content

Carne

Exportações de carne bovina de MS cresceram 21% em 2019

on qua, 08/01/2020 - 21:16

As exportações de carne bovina de Mato Grosso do Sul registraram alta de 21,4% em faturamento no ano passado. O valor ficou em US$ 776,6 milhões ou pouco mais de R$ 3 bilhoes diante de US$ 641,1 milhões de 2018. A maior demanda de carnes no mercado mundial e posicionamento de MS no ranking de exportadores no País ajudaram nos números.

Foto: reprodução / CGNews

“Os números mostram que o foco necessário para o Estado está na agregação de valor para exportação. É a linha que queremos adotar.

Protagonista de crise, Irã importou US$ 140 milhões em carne e grãos de MS em 2019

on qua, 08/01/2020 - 10:11

No meio de uma crise diplomática com os Estados Unidos, o Irã foi um dos principais compradores de carne e grãos de Mato Grosso do Sul em 2019. Segundo dados do Ministério da Economia, compilados pela Federação de Agricultura e Pecuária do estado (Famasul) no boletim Casa Rural, o país do Oriente Médio importou US$ 140 milhões em carne e grãos do Estado.

País importou mais de US$ 80 milhões em milho ao longo de 2019 - Foto: Álvaro Rezende/Arquivo/Correio do Estado

De janeiro a novembro do ano passado, os iranianos compraram US$ 45,9 milhões de carne bovina in natura, o que representa 12,9

PIB industrial chega a R$ 21,7 bilhões em MS e frigoríficos lideram em 2019

on seg, 16/12/2019 - 21:27

Com um PIB (Produto Interno Bruto) de 109,6 bilhões em 2019, a economia de Mato Grosso do Sul deve continuar crescendo nos próximos anos. A projeção da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) para 2023 aponta que o PIB deve atingir R$ 140 bilhões. Na economia de MS, o desempenho da indústria se destaca e a previsão é que o PIB no setor aumente 6,4% em 2020. Neste ano, o segmento com os melhores resultados foi o de frigoríficos.

Foto: Divulgação/Abiec

A divulgação dos dados sobre a economia no setor industrial foi realizada

Novo recorde: arroba do boi gordo sobe e atinge R$ 235

on qua, 27/11/2019 - 20:08

A arroba do boi gordo continua subindo nas principais praças de produção e comercialização do país. “A oferta permanece restrita, sem sinais de mudanças desse perfil no curto prazo”, comenta o analista de Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias. 

Foto: Governo de Rondônia

Segundo ele, a tendência é que com a disparada dos preços os pecuaristas optem por negociar animais mais leves, o que pode provocar novas lacunas de oferta durante o primeiro semestre.

Cotações no mercado do boi gordo têm crescimento diário de R$10,00/@ a R$15,00/@

on qui, 21/11/2019 - 21:48

De acordo com informações da Scot Consultoria, o mercado do boi gordo continua com alta. Além disso, o mercado está volátil, com as cotações variando de R$10,00/@ a R$15,00/@ no decorrer do dia. A oferta restrita está associada às exportações de carne para a China, com o varejo absorvendo os repasses e as cotações da arroba do boi dão sustentações.

Foto: Ministério da Agricultura

Dentre as praças monitoradas, os valores subiram em 30 das 32 praças.

Preço do arroba bovina sobe 12,1% no Estado com maior demanda chinesa

on seg, 18/11/2019 - 21:09

O preço da arroba do boi gordo subiu 12,12% em Mato Grosso do Sul em pouco mais de uma semana acompanhando a tendência de alta verificada nos últimos dias em todo o País. Hoje a arroba do boi está cotada em média a R$ 185 (à vista), enquanto a da vaca ficou em R$ 173,50 em média segundo dados do Sistema Famasul. No dia 10 de novembro, por exemplo, o valor estava cotado em média a R$ 165.

Animais do rebanho sul-mato-grossense - Foto: divulgação/Famasul

De acordo com a analista técnica da Famasul Eliamar Oliveira, o aumento nos preços é reflexo e oferta enxuta e consumo aquecido.

OIE descarta risco sanitário na produção de carne brasileira

on sab, 08/06/2019 - 18:46

A Organização Iternacional de Saúde Animal (OIE) descartou o risco sanitário ao rebanho bovino brasileiro, decorrente de um diagnóstico atípico de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), chamada popularmente de "mal da Vaca Louca". 

China é o maior importador de carne bovina brasileira - Foto: Arquivo Correio do Estado

A informação divulgada no dia 31 de maio  foi responsável pela suspensão temporária da produção e certificação sanitária, para a República Popular da China. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) também notificou o organismo federal que avaliou o caso. 

MS se mantém como o 2º maior produtor de carne fresca do país

on sab, 08/06/2019 - 16:46

A PIA (Pesquisa Industrial Anual) realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e referente ao período entre 2008 e 2017 não mostrou apenas aumento no número de empresas e empregos no setor em Mato Grosso do Sul, como ainda mapeou a posição em relação às demais unidades da federação quanto a produção local. Na indústria frigorífica, um dos principais setores da economia local, o Estado manteve sua posição de segundo maior produtor nacional de carnes frescas ou refrigeradas.

Setor frigorífico mantém destaque em estudo do IBGE sobre a produção industrial - Foto: Campo

Marfrig fecha unidade reaberta em MS há menos de 2 anos e demite 500

on qui, 06/06/2019 - 01:38

O Marfrig Global Foods anunciou nesta quarta-feira (6) o fechamento do frigorífico que administrava em Paranaíba –a 422 km de Campo Grande– há menos de dois anos. Com a medida, estima-se que cerca de 500 trabalhadores serão dispensados. A medida foi tomada em meio a uma “decisão estratégica” da multinacional de carnes, que negocia sua fusão com a BRF Foods.

Unidade do Marfrig foi fechada em 2015 e reaberta no segundo semestre de 2017; novo encerramento de atividades foi "decisão estratégica", alega empresa. (Foto: Arquivo)

A unidade mantinha média de 600 abates diários e havia sido arrendada

Carne bovina: missão técnica dos EUA vai inspecionar frigoríficos do Brasil

on sex, 22/03/2019 - 01:40

Foto: Divulgação/ Ministério da Agricultura

Após reunião nesta terça-feira, dia 19, entre os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump, o governo dos Estados Unidos divulgou comunicado conjunto informando que concordou em dar novos passos no sentido de liberar a compra de carne in natura exportada pelo Brasil.

De acordo com nota, será agendada uma visita técnica do Serviço de Inspeção e Segurança Alimentar do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) para auditar o sistema de inspeção de carne bovina do Brasil, assim que o governo brasileiro tiver fornecido a documentação de